Adicional de insalubridade x adicional periculosidade

A periculosidade é definida como aquilo que causa risco direto a vida do trabalhador. Enquanto a insalubridade oferece danos graduais, causando prejuízos biológicos a saúde e imunidade.

A periculosidade acontece quando o emprego submete o funcionário à situações em que ele pode morrer. A exposição à ameaça não precisa ser constante, pois apenas alguns minutos são necessários para ocasionar uma tragédia. Exemplo: trabalhar com inflamáveis, explosivos ou energia elétrica.

O trabalho insalubre é aquele que expõe o colaborador a agentes prejudiciais à sua saúde. Podemos citar ruídos, calor ou frio excessivos, bem como radiação ou produtos químicos nocivos.

Cálculo do adicional de periculosidade:é possível chegar ao valor do adicional de periculosidade a partir do salário do empregado. Deve-se calcular 30% sob o número bruto. Posteriormente, soma-se o resultado com ele. Dessa maneira, caso o colaborador ganhe R$ 2.000, o adicional é calculado por 2.000 x 30%. Sendo assim, há um acréscimo de R$ 600 reais.
Cálculo de adicional de insalubridade: é pautado no salário mínimo. Outro fator considerado é o grau de insalubridade, que determina qual a porcentagem. Eles correspondem a:
insalubridade grau mínimo: 10% do salário mínimo;
insalubridade grau médio: 20% do salário mínimo;
insalubridade grau máximo: 40% do salário mínimo;

Por exemplo, caso um trabalhador esteja exposto a uma situação insalubre grau máximo e o salário mínimo seja de 937 reais, seu adicional de insalubridade é dado por 937 x 40%. Ou seja, o valor é de 374,80 reais a mais em seus vencimentos

Orçamento
Fale Conosco